26.2.16

FILME - "Histórias Cruzadas" (The Help)

Esse filme aborda algo que ainda é tão presente e envergonha. O tema central do filme  é a incógnita da relação entre brancos e negros, o preconceito. A relação separada e ao mesmo tempo tão profunda entre brancos e negros nos Estados Unidos, na década de 50. Trás também como fundo a posição social da mulher, a emancipação, seja ela dentro dos padrões de beleza, ou na atuação profissional em uma época que casar e constituir família era ainda o padrão certo a seguir. Tudo acontece em meio a passagens históricas e a luta pelos direitos civis. Temas que me agradam muito e que são mais uma vez importantíssimos para que se entenda o caminho que ainda estamos tomando. 
As traduções de filmes em português são quase sempre um desastre. Por isso não se engane com os títulos, nem sempre representam bem o conteúdo do filme.










O Filme?
Baseado no livro de Kathryn Stockett, que foi escrito em homenagem a sua empregada, com quem teve um elo emocional fortíssimo, pelo fato de ter sido criada por ela e ser tão importante quanto seus pais. Algo comum.
Uma pausa para minha talvez até ingênua forma de ver, essa tão injusta e assustadora relação. Até quando? Até onde vamos carregar essa diferença como prioridade e isolar de forma periférica quem, apenas aos nossos olhos, é diferente? 
Não importa sua crença, nem o seu grau de instrução, não importa o quanto diferente você for, se você acha que deve colocar uma placa para te separar de outros seres humanos como você, então pode se considerar uma abominação dentro da própria espécie, isso não é natural, não é natural dentro da natureza. 


Premiado?
Teve indicações em várias categorias, inclusive melhor filme. Mas só ganhou o Oscar 2012, Globo de ouro e Sag Awards como atriz coadjuvante Octavia Spencer e melhor atriz Viola Davis e melhor elenco no Sag Awards. 

Dica?
Tem no Netflix, corre assistir, e vez ou outra passa nos canais a cabo. 

Tem rolado pela internet faz algum tempo, a série de imagens do fotógrafo americano Gordon Parks, "Segregation Story" (História da Segregação)  Isso porque as imagens fizeram parte de uma exposição no ano passado no High Museum of Art, na cidade de Atlanta nos Estados Unidos. Vale ver outros ensaios também no site da sua organização The Gordon Parks Foundation

          
                                                                               Fotografias de Gordon Parks | Alabama 1956


E para ler, o texto do jornalista Fellipe Torres, "Onde os negros não têm vez". Ele fala sobre a falta de escritores negros no Brasil, cotas, a violência e discriminação, bom para entender.  


           
                                                         Trailer do Filme "Histórias Cruzadas"