18.1.16

Imagem Museu Imperial RJ | Divulgação - Montagem Cássia Xavier 

----------  Contos   ----------
2


"Após mas um dia de colégio, voltava para casa, tinha a sensação de que aquela manhã passara dormindo. Me lembrava vagamente das aulas e da pouca conversa que tive com alguns amigos, me vinha a cabeça apenas o laço de fita vermelho de cetim da aluna que sentava a minha frente; - Como se chama ela mesmo? Não sei, já soube um dia, e tinha o resto dos cabelos soltos caídos nas costas que hora ou outra caia para frente e ela com uma das mãos os jogava para trás. Minha timidez excessiva me tirava a possibilidade de aproximação das pessoas, então perdia muito com isso.

Neste momento me peguei no meio da rua, por sorte não passava ninguém e pensei; - Não estou atento ao dia, devo prestar mais atenção, poderia ter me ferido seriamente.

Mas antes de atravessar a rua novamente, olhei para a praça que fica na frente de casa, e haviam plantado uma nova árvore, pensei; - Como estou desligado, a tempos que passo por aqui e não havia percebido o quanto esta árvore germinou.

Então segui para casa, onde o conforto do lar me dará vigor para este dia que passa quase que em câmera lenta, no modo espectador.

Mas quando adentrei em minha casa, nela haviam muitas pessoas. Pessoas desconhecidas, achei que era algum acontecimento sério…" 

Continue lendo aqui  -- > Conto II - "A Casa"